sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Fusoku no Renjou

Foi o Faust que me recomendou esse há bastante tempo. Eu finalmente descobri como o grupo que traduz em inglês funciona e consegui baixar os capítulos novos. Mandei pro Faust e ele teve um troço também! Fujiyama Hyouta é uma ótima autora e Fusoku Renjou é um dos melhores mangás dela.

Miyata Kazuomi trabalha como editor numa revista e seu projeto mais recente é conjunto com uma grife de artigos de couro, cujo dono se chama Ikura. A vida profissional de Miyata vai muito bem, mas ele está com dificuldades em sua vida amorosa: ele não consegue esquecer seu antigo namorado e isso faz com que seus relacionamentos atuais não deem certo. Ao sair de um bar, onde foi afogar as mágoas, ele encontra Ikura, descobre que ele é bissexual e acaba revelando para ele que é gay. Isso podia ser apenas um incidente constrangedor, mas o que acaba acontecendo é que Ikura fica muito interessado em Miyata e o convida para sair. 

O mais legal desse mangá, cujo título pode ser traduzido como "Amor Inesperado", é que Miyata e Ikura não tem nada a ver com o outro. Na verdade, Ikura é justo o oposto do tipo de cara que Miyata gosta, mas ele insiste para que Miyata lhe dê uma chance e segue insistindo para que os dois saiam juntos. Nem todos os amores são a primeira vista (nem a segunda, nem a terceira) e o relacionamento de Miyata e Ikura é construído, apesar da relutância de Miyata em aceitar Ikura em sua vida. Eu gosto bastante do contraste da personalidade dos dois e da sensação real que essa história dá. Os personagens conversam como pessoas adultas (o que eles são) e discutem seus problemas, conflitos e sentimentos. 

Esse mangá, na verdade, é relacionado a outro trabalho da autora, Junjou. Mesmo sem ter lido Junjou (eu li, mas faz muuuito tempo), dá para entender perfeitamente a história e quem são os personagens. Na verdade, eu diria que independente da ordem de leitura, é interessante, porque o Miyata aparece com funções bem diferentes em ambas as histórias e isso permite conhecê-lo melhor como personagem. Ver a história com o ponto de vista do Miyata aqui faz as ações dele em Junjou serem mais compreensíveis e possíveis de empatizar (vou ver se releio Junjou logo para comentar aqui também!). 

  

Eu considero, honestamente, o Miyata um dos meus personagens favoritos num mangá yaoi (outro deles é o Shio, desse mangá que o Faust comentou, e outro é de outro mangá da Fujiyama Hyouta), porque ele é um personagem cujas ações fazem todo sentido do mundo. Em certo momento, a minha vontade era dar uma bronca no Ikura por não compreender o Miyata, mas, felizmente, um personagem desse mangá fez isso por mim! Vou dar nota "9", porque esse mangá é quase perfeito para mim.

A tradução em inglês foi feita pelos grupos Harudaki e Fairy Rose.

4 comentários:

  1. Oi, eu sou boa pra rastrear mangás, não consigo esse mangá, queria o volume 3 em inglês, se não for abusar será que poderia me dar uma dica por email de como consigo. rosanadiascastro@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. eu escrevo vez ou outra no addictive pleasure e abri uns tópicos por lá como yaoi com sobrenatural e desde que deram uma dica pra ir na jambo, comprei muitos mangás, as fotos de que comprei estão na sessão de seme (Japão e o Mundo), mas não consigo esse, só tenho até volume 2. Li toda a obra dela.

    ResponderExcluir
  3. claro que na jmabo não tem mangá importado, mas eu procurei até on line em inglês, nihonomar, manga traders, yaoi otaku e estou vendo se acho em espanhol.

    ResponderExcluir